sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Por uma meditação prática.

“ Não corras atrás do passado, não busques o futuro O passado, passou, o futuro ainda não chegou. Vê claramente, diante de ti o Agora. Quando o tiveres encontrado, viverás o tranqüilo e imóvel estado mental ”.

Por natureza somos espontâneos e direcionamos o pensamento para o passado e futuro a fim de resolver todos tipos de conflitos externos. Desempenho no trabalho, vida amorosa, acadêmica, questões financeiras e inúmeros pensamentos rotineiros que tormentam qualquer um. Mesmo acreditando que viva de forma consciente, a pessoa que não entende a si mesmo não sabe que suas decisões estão sujeitas a ações externas. Meditação dá ao praticante a chance observar sua postura de modo racional, possibilitando a resolução de conflitos de forma similar aos sonhos. Diferente do subconsciente a meditação é limitada, porem suas transformações se estendem a rotina, construção do consciente e a aplicação desta no dia dia.

"Conhece-te a ti próprio e ao teu adversário..."
-Sun Tzu

Pode parecer estranho citar Arte da Guerra quando buscamos serenidade e paz. Mas quando não estamos em crise com nossos vizinhos deve-se extinguir a guerra interior. Inúmeros são os erros cometidos quando esta entregue a fadiga, medo ou duvida. O arrependimento é comum entre as pessoas, mesmo quando ela está ciente do que dever ser feito. A pergunta muda de "O que eu devo fazer?" para " Por que eu não o fiz?". E todos os eventos e motivos acabam sendo comprimidos por únicas palavras como "medo", "timidez", "impotência" invalidando a holística. O caminho assim como seu desenvolvimento é como a filosofia, carente de significado concreto esperando que seu praticamente mereça "montar o Nandi". A iluminação vem de várias formas para cada tipo de cultura onde encontra-se o individuo; sendo assim o processo de "voltar-se ao centro" não se restringe a religião, cultura ou determinados indivíduos. Mostrando que o observador passivo não é um senso comum que elimina a identidade do individuo, muito pelo contrário, a reforça.

"Uma das coisas que aprendemos com a meditação, quando descemos lentamente dentro de nós mesmos, é que a noção de paz já existe em nós. Todos a desejamos profundamente mesmo que esse desejo esteja muitas vezes oculto, disfarçado, distorcido. Se examinarmos a natureza humana com cuidado, veremos que é boa, bem-intencionada, solícita."

(Dalai Lama, O Livro de Dias, Sextante)


Não confunda meditação com reflexão.
Refletir você faz quando estuda, escreve, joga xadrez, lê um livro etc. A meditação não esta atribuída ao pensamento linear e quando estiver meditando corte qualquer pensamento que cause abstrações em cadeia do mesmo. Por que? A reflexão causa um evento em cadeia que fará seu cérebro trabalhe mais (Obvio) e assim impossibilitando o relaxamento do mesmo. Isso explica o por que não se pode controlar o sonho por muito tempo. A partir do momento que você raciocina logicamente a freqüência do seu cérebro ira aumentar (superando os 13 Hz ) e o estado de descanso passara automaticamente para o de vigília.
Resumindo: É um cala boca interior. Caso não consiga, resolva o que é preciso e depois volte a meditar.

Respire.
A princípio, difícil, já que qualquer mudança respiratória é vista como ameaça. Sem disciplina correta uma baixa no ritmo pode causar no praticante inquietação e assim quebrando completamente a concertação. Lembre-se que a respirar profundamente ira superativa seus pulmões, facilitando a oxigenação do cérebro e inalações futuras pratica usada para controle de crises de pânico).

Percepção.
A chave para meditação é o maior problema para os iniciantes. Conviver com poluição visual e sonora é difícil, pior ainda quando você precisa meditar. Uma pratica ainda não muito comum no ocidente, o que dificulta a localização de lugares apropriados para pratica. Para aqueles que não moram sozinho, sejam pacientes. É normal que outros não entendam a seriedade do momento e sejam os culpados pela quebra de concentração. Evite xinga-los mentalmente após explicar que a privacidade é importante para que alcance seus objetivos. É comum ser interrompido em lugares públicos (espere todo tipo de comentário inconveniente). Quando estiver meditando procure ficar oposto a fonte de luz. Cuidado com computadores e seus alertas de programas de bate-papo; se possível não deixe fazendo nenhum download ou em paginas que você costuma atualizar (você poderá se coçar durante a "meditação" inteira). Com o tempo você conseguirá não relacionar sons aos seus emissores e poderá manter-se concentrado a inúmeras fontes diferentes; o recomendado é que esse contato seja com a natureza. No caso de imagens, pode relaciona-las com estado de espirito, mas sempre não tentando controla-las. Enfim, não se assuste com qualquer sensação que você venha sentir.

Postura.
O ideal é que você fique confortável e sem prejudicar o corpo. A posição de Lótus (Ardha Padmasana) é preferida por muitos já que ajuda nas dores de joelhos e tornozelos (alongamento) mesmo que a princípio inicio pareça desconfortável. Oferece uma significativa correção de postura e benéfica para aqueles que sofrem problemas respiratórios. Há aqueles que meditam deitados, porém para que a onda passe de Alfa para teta é um pulo.

Não espere por momentos mágicos.
A meditação que abordo aqui não proporciona visões de vidas passadas, shows pirotécnicos, viagens astrais ou qualquer coisa vinculada ao misticismo. Você busca por serenidade e paz, nada mais.


“Mais vale um dia na meditação profunda do
que cem anos na insenssatez e descontrole”
"Buddha"










Aviso Legal:
Aleluiatreason não faz representações nem oferece garantias de quaisquer tipos, expressas ou implícitas, quanto a acurácia do conteúdo e uso das informações referentes à prática de de Yoga. É altamente recomendável que a pessoa procure orientação médica antes de praticar quaisquer atividades físicas. As informações aqui contidas não visam a substituição da opinião dos profissionais da área médica. À total extensão permissível por lei, Aleluiatreason se isenta de quaisquer garantias, expressas ou implícitas, incluindo, mas não limitadas a garantias implícitas e serventia para um propósito em particular. Aleluiatreason não será responsável por quaisquer danos derivados da utilização das informações referentes à prática de Yoga, incluindo mas não se limitando a danos diretos, indiretos, incidentais, punitivos e consequenciais.


: )

Um comentário:

Marcus Vinícius disse...

Não tem algo como "por uma meditação alcoólica" não? =]